sábado, 17 de dezembro de 2011

Santos e Barça no final do Mundial de Clubes


A Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2011 será a oitava edição do mundial de clubes da Federação Internacional de Futebol (FIFA), a ser disputada de 8 a 18 de dezembro de 2011 no Japão. A competição será em Yokohama e Toyota
Estádios: Toyota e Yokohama serão as cidades-sede da edição de 2011.

Domingo, 18 de Dezembro de 2011
05h30 Kashiwa Reysol x Al-Sadd (3º Lugar)
08h30 Santos x Barcelona (Final)
Mundial de Clubes    Santos x Barcelona  Santos x Mundial de Clubes    Santos x Barcelona  Barcelona

O tão esperado duelo entre o campeão sul-americano Santos e o campeão europeu Barcelona se confirmou, e as duas equipes se enfrentarão às 8h30 (19h30, no horário local) deste domingo, em partida válida pela final do Mundial de Clubes, em Yokohama.O Santos conhece mais do que ninguém a dificuldade que enfrentará para tentar conquistar o terceiro título mundial de sua história,a equipe de Muricy Ramalho encara o Barcelona, que atualmente é considerado o melhor time do planeta.

Os dois times travarão o duelo em campo sob a liderança dos craques Neymar e Messi respectivamente.

Do lado catalão, o técnico Josep Guardiola certamente promoverá mudanças. Na estreia, ele sacou seis jogadores considerados titulares e ainda perdeu o atacante David Villa, que fraturou a tíbia e ficará alguns meses em recuperação. Os possíveis retornos são do lateral direito Daniel Alves, o zagueiro Piqué, os meio-campistas Xavi, Busquets e Fábregas e o atacante Alexis Sánchez.Ainda sem ter realizado treinamentos coletivos à frente da imprensa, o time brasileiro pode apresentar novidades em relação à formação que derrotou o Kashiwa Reysol na semifinal. O técnico Muricy Ramalho não gostou da atuação do zagueiro Durval na lateral esquerda e estuda o retorno de Léo à posição. O ala de ofício, porém, ainda não esta 100% fisicamente depois da lesão sofrida no joelho.

duelo entre o campeão sul-americano Santos e o campeão europeu Barcelona

E o Santos tem motivos para acreditar que pode surpreender e faturar o troféu diante dos espanhóis. Confira nas próximas páginas o que pode fazer o time da Vila Belmiro sonhar com a conquista.

santos width=
O Santos sabe muito bem o que fazer quando tem a bola nos pés. Não será fácil tirá-la do domínio do Barcelona, mas a habilidade sobra na equipe alvinegra quando precisar partir para o ataque. Danilo já foi decisivo em várias partidas no ano, assim como Arouca, que tem na arrancada uma de suas principais armas. Henrique ainda parece tímido, mas é outro que troca um chutão por um passe preciso. Para completar essa série, vêm Paulo Henrique Ganso, Neymar e Borges. O trio é a maior esperança santista e não vai rifar a bola quando estiver com o domínio dela.


É inegável que o Santos tem em seu elenco um dos jogadores de futebol mais decisivos do mundo. E Neymar já mostrou que está com vontade de sacramentar seu nome entre os grandes atletas da atualidade. No primeiro jogo, contra o Kashiwa Reysol, marcou um golaço ao abrir o placar na vitória por 3 a 1. E tudo o que ele precisa diante do Barça é ter a bola em seus pés. As chances aumentarão principalmente se o time espanhol não mudar seu estilo de jogo. Com Daniel Alves avançando constantemente pelo lado direito, sobram espaços para o camisa 11 do Peixe. Puyol é o responsável pela cobertura no setor desde que Guardiola não destaque uma outra forma de marcação sobre o craque brasileiro


Está certo que o Barcelona fica com a bola durante quase todo o jogo e pouco a libera para os adversários. Mas quem disse que esse sistema também não favorece o Santos? Alguns atletas alvinegros já falaram que isso acontecia também na Libertadores. Apesar de ofensivo, o Peixe sabia como atrair seus rivais para dar o bote na hora certa. Na estreia no Mundial, também houve momentos em que o Kashiwa Reysol era superior na posse de bola. Para completar, o técnico Muricy Ramalho sabe como nunca posicionar seus atletas para impedir a aproximação dos jogadores de meio-campo do Barcelona. E em uma situação dessa, um roubo de bola pode valer para deixar um dos atacantes na cara do gol.


O Barcelona conhece o time do Santos ou apenas os principais jogadores? O time espanhol sabe mesmo quais os pontos fortes dos brasileiros ou não se preocupou em anulá-los? Neymar é o craque, Ganso é o maestro, mas o time de Vila Belmiro não chegou à final do Mundial apenas por causa desse jogadores. O que se pode dizer das arrancadas de Arouca? Foi dele que partiu a jogada para o primeiro gol alvinegro na final da Libertadores. E o que dizer de Danilo? Ele já jogou de volante, foi importante também como lateral e tem em suas passadas largas uma das armas para fazer a diferença no Mundial. Além de ter facilidade para chegar ao ataque, é um grande finalizador, como demonstrou ao fazer o segundo gol na decisão continental contra o Peñarol.





O Santos conta com jogadores de alto gabarito quando o assunto é finalização. Quando sai na cara do gol, Neymar tem grande aproveitamento, e isso o fez o maior artilheiro do Brasil em 2012. E Borges, então, é um especialista e foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro deste ano. Na primeira partida do Mundial, a dupla de ataque já provou do que é capaz e, até fora da área, é capaz de balançar as redes do Barcelona. Ganso e Elano também são outros jogadores bons em finalização de média distância, mas não vivem a mesma boa fase dos colegas. Danilo, mesmo na lateral, já mostrou que sabe fazer gols, como na final da Libertadores. Resta saber se ele terá a mesma liberdade para atacar.




Jogo aéreo

Esse não é o ponto forte do Santos, mas o time alvinegro já conseguiu decidir algumas partidas dessa forma. E pode voltar a acontecer principalmente porque essa é uma das vulnerabilidades do Barcelona. O mais difícil, nesse caso, é criar chances de bola parada. Foi assim que Edu Dracena fez gols importantes na Copa do Brasil de 2010 e na Libertadores deste ano. Borges também mostrou boa presença na área, apesar de não ter estatura elevada. E, para completar, o Santos ainda tem jogadores com o pé na forma para cruzamentos na área adversária, como Elano e Neymar.


O Barcelona adota aquele discurso de que a "melhor defesa é o ataque". Com a bola nos pés a maior parte do tempo, não deixa a sua retaguarda exposta e não corre tanto perigo. E talvez por isso a fragilidade de alguns jogadores não apareça. Puyol, por exemplo, nunca foi um zagueiro de primeira grandeza. Mas como argumentar isso, se o Barça leva poucos gols. E o que dizer de Mascherano? O argentino, às vezes, abusa da violência para frear o ataque adversário. Enfim, com a bola nos pés, o Santos pode fazer o time do Barcelona tremer, sim.


O Barcelona já mostrou fragilidade diante de dois adversários brasileiros na final de Mundiais. Primeiramente, diante do São Paulo, em que perdeu por 2 a 1, em 1992. Depois, contra o Internacional, em 2006, quando foi derrotado por 1 a 0. Das três vezes que chegou ao Mundial, o time espanhol só faturou um título, em 2009, conquistado em cima do Estudiantes.




Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário

-Os comentários do blog são moderados
-Só publique comentários relacionados ao conteudo
-Comentários anônimos ou com palavrões não serão publicados
-Não coloque links que não tem nada a ver com o conteudo
-Os comentários não refletem a opinião do autor



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © Batalha X - Todos os direitos reservados
Design by Batalhax