sábado, 10 de dezembro de 2011

Sony Ericsson será apenas Sony em 2012


A Sony anunciou há pouco tempo a compra da Ericsson, adquirindo parte total na fabricação e produção de celulares. A única coisa que ainda não havia sido alterado era o nome. No próximo ano o foco da Sony é a produção de smartphones e, por isso, o nome será apenas Sony.
A Sony continua com sua faxina empresarial, dessa vez no mercado da telefonia. Depois de comprar a parte da BMG e ter 100% da Sony Music, o mesmo movimento acontece na Sony Ericsson: por €1,05 bi, Sir Howard Stringer manda a Ericsson passear e assume 100% do controle da não mais joint venture. Com isso, a Sony passa a ter controle total da estratégia da empresa, porém não muda nada – a Ericsson nunca teve realmente nenhum controle lá dentro, sendo que as decisões sempre foram levadas pela gerência japonesa. E já que a expertise da Ericsson quase não era usada (sim, nem os modem iam parar nos smartphones ou VAIOs), realmente não tinha mais motivo pra Ericsson continuar na brincadeira.

Stringer já anunciou que não pretende mais fazer celulares normais, que tiveram sua época de ouro com os modelos Walkman e Cybershot (marcas Sony), levando a Sony Ericsson para o quarto lugar de share mundial. Agora a empresa irá ser 100% smartphone, mas não necessariamente 100% Android: o britânico disse “nunca diga nunca” até para o morto webOS. Mas o Windows Phone pode ser uma alternativa melhor. Aliás, Windows Mobile é velho amigo inclusive da marca XPERIA: foi o primeiro, desastroso, X1.

A empresa agora entre para dentro da Sony Electronics, fazendo parte do grupo de “aparelhos conectados” – que tem VAIO (que gerencia tablets), Playstation e eReaders. A Sony deve buscar a sinergia junto ao time de tablets, que usa praticamente o mesmo hardware e software. Dá pra acreditar que tudo ainda era separado? Bom, considerando o começo turbulento que eles tiveram no Android, até dá pra entender mesmo.

O vice presidente de vendas e marketing da Sony, Kristian Tear, disse ao site The Times of India que a empresa investirá em propaganda ara atrair mais consumidores. As vendas globais estão estimadas num aumento de 2% comparadas com o mercado de smartphones.
Segundo o empresário, o principal objetivo da Sony é se tornar o maior fabricante de smartphones com Android do mundo. Com isso, a empresa terá uma forte concorrente para enfrentar: a Samsung. A coreana é a principal fabricante nos dias atuais. São eles que concorrem diretamente com a Apple.

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário

-Os comentários do blog são moderados
-Só publique comentários relacionados ao conteudo
-Comentários anônimos ou com palavrões não serão publicados
-Não coloque links que não tem nada a ver com o conteudo
-Os comentários não refletem a opinião do autor



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © Batalha X - Todos os direitos reservados
Design by Batalhax