sábado, 23 de junho de 2012

Estradeira e urbana Harley-Davidson Sportster 1200 Custom


A Sportster 1200 Custom foi apresentada pela marca  Harley-Davidson no Salão Duas Rodas 2011 e possui “motorzão” e visual clássico, atrativos essenciais para conquistar os consumidores deste tipo de moto.Enquanto as outras fabricantes se mantêm tímidas com suas linhas custom no Brasil, a marca possui 12 modelos deste estilo por aqui. Entre os mais interessantes, na relação custo-benefício, está a 1200 Custom. Com preço sugerido de R$ 33.100, esta Harley tem vantagem sobre as rivais de outras marcas pelo motor com maior cilindrada. Os modelos de Yamaha, Suzuki, Kawasaki e Honda que disputam com a 1200 não conseguem alcançar o desempenho do motor da H-D e, além disso, o modelo norte-americano montado em Manaus tem valor similar aos modelos japoneses. Nas demais colorações, a moto custa R$ 33.250 (1 tom) e R$ 33.500 (2 tons).

Estradeira e urbana
Uma moto de 251 kg (a seco) não pode ser boa para a cidade, certo? Errado. Apesar de seu conjunto pesado, na prática, a 1200 Custom se sai muito bem para deslocamentos urbanos. Com desenho minimalista, a moto não trava entre os carros e é fácil de manobrar. O posicionamento também não é cansativo, apesar de os mais baixinhos terem de esticar mais os braços para controlar o curto guidão.

Estradeira e urbana Harley-Davidson Sportster 1200 Custom
Por sinal, em baixas velocidades, a direção da H-D é um pouco pesada, fruto de seu “gordo” pneu dianteiro, que tem medidas similares ao traseiro. Apesar de não parecer uma solução ideal, a moto tem ótima ciclística para uma custom.

Além disso, a agilidade é otimizada graças ao motor Evolution.Sua esportividade foi herdada da XR 1200X – moto mais radical da Harley-Davidson – que possui este mesmo bicilíndrico. Contudo, segundo a marca, ele foi recalibrado para equipar a Custom. Mesmo assim, sua força não foi perdida é o torque divulgado pela H-D é de 8,9 mkgf. Como de praxe, a empresa não informa a potência, mas o resultado é interessante. Na cidade, o motor proporciona boas acelerações e, na estrada, garante ótima velocidade de cruzeiro, alcançando 120 km/h rapidamente. Esqueça aquele funcionamento grotesco de alguns motores bicilíndricos. Apesar de manter o tradicional barulho e chacoalhar em baixas rotações, o bloco da 1200 Custom é bem linear e tem funcionamento suave em baixas rotações, melhorando ainda mais em altos giros.

Estradeira e urbana Harley-Davidson Sportster 1200 Custom
O problema para a cidade fica por conta do calor gerado por este bicilíndrico. Debaixo de sol forte com trânsito pesado, o "motorzão" da 1200 esquenta e causa desconforto. Em contrapartida, durante dias frios a temperatura gerada pelo motor se torna positiva, pois funciona como um aquecedor natural.

Contato com o solo

É possível até “queimar pneu” nas arrancadas mais fortes e, com piso molhado, a moto pode perder a tração da roda traseira com facilidade. Ou seja, é necessário maior cuidado nesta situação para evitar derrapagens. Outro ponto no qual é recomendado cuidado extra é nas inclinações em curvas. Devido a escolhas estéticas da marca, a distância do solo da moto é pequena e o chassi pode bater no chão quando se passa por buracos.

Além disso, as pedaleiras tendem a raspar no chão com facilidade, isso em curvas de qualquer velocidade. E, do lado direito, até o escapamento toca o solo. Neste caso, o motociclista tem de se adaptar à moto e calcular bem a curva para não ser surpreendido na trajetória. Se o estilo de pilotagem for mais esportivo, se prepare para trocar as pedaleiras com frequência, pois os raspadores - parte metálica que fica na ponta das pedaleiras - vão ser gastos pelo asfalto com frequência. Cada unidade custa R$ 131,05.
Apesar dessa característica, a moto tem boa estabilidade em curvas, graças às suas suspensões firmes. Não fosse o conjunto que limita as inclinações, a 1200 Custom poderia contornar as curvas com ainda mais velocidade.

Estradeira e urbana Harley-Davidson Sportster 1200 Custom

Conforto para o piloto, mas o garupa...


Os amortecedores rígidos da H-D podem gerar certo desconforto ao usuário em pisos mais irregulares. No entanto, a moto é confortável, o motociclista fica bem encaixado no assento e as pernas têm bom apoio sobre o tanque. As pedaleiras ficam em posição adiantada, mas não causam grande curvatura para as pernas.

Seu banco, apesar de rígido, acomoda bem o piloto, isso não ocorre com o carona. Com escassa quantidade de espuma e pouco espaço para as pernas, não é uma boa ideia fazer longas viagens com a companhia de um garupa na 1200 Custom. Ao passar por buracos, o passageiro recebe os impactos em seu corpo sem neutralização.

Estradeira e urbana Harley-Davidson Sportster 1200 Custom


Sistema de freio é ponto negativo


Os freios também ficam comprometidos devido ao peso extra do ocupante. Na verdade, mesmo somente com um ocupante, o sistema de frenagem deixa a desejar. Com apenas um disco na dianteira, o dispositivo exige força extra do piloto para parar, ao passo que a traseira - também com um disco - tende a travar com facilidade, ainda mais com o piso molhado. A H-D não disponibiliza freios ABS para este modelo, fator que seria muito bem-vindo, para aumentar a segurança.

Postar um comentário

Leia antes de fazer seu comentário

-Os comentários do blog são moderados
-Só publique comentários relacionados ao conteudo
-Comentários anônimos ou com palavrões não serão publicados
-Não coloque links que não tem nada a ver com o conteudo
-Os comentários não refletem a opinião do autor



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Copyright © Batalha X - Todos os direitos reservados
Design by Batalhax